\

Sem categoria

A ilha de um eu perdido

Marianna Perna por Renata Terepins, 2017. Corri por entre labirintos até que meus pés fossem as próprias pedras. Eram espelhos,...
Leia mais
Sem categoria

Mater Suspiriorum

Marianna Perna em cena, 2018. Espirais do ar se fazem fogo ao tocar a pele.A pele não costurada que abriga...
Leia mais
Sem categoria

Querido diário.

Meu rosto todos os dias no espelhoContorno do irreconhecívelDeserto feito de tentativasCansaço que já nada tenta Os olhos em exílioCoração...
Leia mais
Sem categoria

Minhas palavras afogadas.

SP, Brasil, 2018. Não sou este nome que me reveste, nem também as fatigadas tentativas de compreensão.Nada disto me pertence...
Leia mais
Sem categoria

Encontrei-me com a prosa.

Marianna Perna, Peru, 2014. Quantos trens não vi passar.Quantas plataformas.Às vezes cheias, às vezes tão silenciosas.Quantas despedidas não me atravessaram, brutais....
Leia mais
Sem categoria

Poema da dissolução

Quando choveAh, quando choveeu não seimeu coração escorre É tão bonitoTanta águaBrilho na árvoreGotinhas como brincos Quando choveQuando choveSou olhos...
Leia mais
Sem categoria

Fibras da memória

Quem me trouxe aqui,já tão ardida de fuga? Sem me conhecer.(Não há cais para o fim do mundo.)A minha renúncia.Porque...
Leia mais
Sem categoria

Desencontro ainda cotidiano

Empire State Building, NYC, 2013. Poesia. Ver o dia sob novos ângulos. A tarde contida em mim. Mar de carros...
Leia mais
Sem categoria

Estrondoso meio-dia

Marianna Perna por Subtil Jessica, 2020. Quando viro mulherquero-te bem perto. Quando encontro deustenho-te bem dentro. E gritoa descobertapor entre...
Leia mais
Sem categoria

Para quando se perdem todas as rotas

Em melodias de perdaAs vozes derramadasrevisitam casas de solidãoonde habitamos Algo que se perdeuatormenta,grita às minhas costasCartografia da dor. Não...
Leia mais
Sem categoria

Nosso encontro hemisférico

Côncavexo em sicontinente em ti eu começoe o avesso em nós conjuga o seu mais perfeito nó.
Leia mais
Sem categoria

Os pés para os escombros

Salvador, Bahia, 2017. (Para Cida Moreira) Um prédio vazioTraços de janelashá muito perdidasimperam os restosde outras cidades E os olhos?E...
Leia mais
Sem categoria

Quando no escuro se enxerga

Marianna Perna em cena, 2019. A poesia nada-dança no preto oceanodo desconhecidoO corpo flecha sabe-sente sem a menteDerramado em suorsobre...
Leia mais
Sem categoria

Sobreviventes

Amortecera morte serao anoitecertecer amor ser-teamor ter sido ter um dia amadoe morrido.
Leia mais
Sem categoria

Poesia para uma década que finda

Marianna Perna, Peru 2014. De repente a represa já existe, meus muros disfarçados em vitrines.Como habitar o silêncio, tal qual...
Leia mais
Sem categoria

Imagens, margens

Marianna Perna por Renata Terepins, 2017. paisagens de outro corpo. qual?qual a ponte entre o eu e o outro,o outro...
Leia mais
Sem categoria

Outros outonos

Cemitério do Araçá - Maio 2020 tempo de fazer-se luz a penetrar paredesirromper da pedra do silêncio perdidocontra rostos sem...
Leia mais
Sem categoria

Como em uma coleção de contrários

passa o sorrisopassam as curvaspassam as folhas numinosas passam também as lágrimasuma vez tão amargas. Passam as brasas de teu...
Leia mais